Teste para avaliar o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)

Esse questionário de maneira alguma serve para definir ou substituir um diagnóstico feito por um profissional. Em caso de dúvidas sobre sua avaliação mental, por favor, consulte imediatamente um profissional da área de saúde mental – psiquiatras, psicólogos. Somente esses profissionais poderão diagnosticar e avaliar o melhor tratamento para seus transtornos, distúrbios, disfunções.

Instruções:

  • Esse teste/avaliação Psiquiátrico/Psicológico é recomendado para pessoas de ambos os sexos.
  • Marque em cada questão, um item que melhor o descreve.
  • Seja sincero nas suas respostas.
1: Você já se sentiu incomodado com pensamentos ou imagens desagradáveis que surgiram em sua mente sem sua vontade, como, por exemplo …

preocupações com contaminação (sujeira, germes, substâncias químicas, radiação) ou em adquirir uma doença grave, como AIDS?

2: Você já se sentiu incomodado com pensamentos ou imagens desagradáveis que surgiram em sua mente sem sua vontade, como, por exemplo …

preocupação exagerada em manter objetos (roupas, mantimentos, ferramentas) em perfeita ordem, ou dispostos exatamente de uma determinada maneira?

3: Você já se sentiu incomodado com pensamentos ou imagens desagradáveis que surgiram em sua mente sem sua vontade, como, por exemplo …

imagens de morte ou outros acontecimentos horríveis?

4: Você já se sentiu incomodado com pensamentos ou imagens desagradáveis que surgiram em sua mente sem sua vontade, como, por exemplo …

pensamentos pessoais inaceitáveis sobre atos religiosos ou sexuais?

5: Esteve muito preocupado com coisas terríveis que aconteceram, como …

incêndio, roubo ou inundação da casa?

6: Esteve muito preocupado com coisas terríveis que aconteceram, como …

atropelar um pedestre ou deixá-lo sem prestar socorro?

7: Esteve muito preocupado com coisas terríveis que aconteceram, como …

transmitir uma doença (passar AIDS a alguém)?

8: Esteve muito preocupado com coisas terríveis que aconteceram, como …

perder algo de valor?

9: Esteve muito preocupado com coisas terríveis que aconteceram, como …

prejudicar um ente querido devido a um descuido seu?

10: Esteve muito preocupado com coisas terríveis que aconteceram, como …

sentir impulso estranho e absurdo visando prejudicar fisicamente uma pessoa querida, como por exemplo; jogar a mãe pela escada abaixo, esganar o neto, tirar a roupa durante uma reunião importante, cantar uma canção alegre durante um velório, ter relações sexuais na igreja; ou envenenar convidados durante um jantar?

11: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

higienização, limpeza excessiva ou ritualizada (banho, lavar as mãos ou outras partes do corpo)?

12: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

verificar minuciosamente e por diversas vezes os interruptores de luz, torneiras, o acendedor fogão, fechaduras, ou freio do automóvel, etc.?

13: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

contar objetos; arranjar; inspecionar (contar as letras existentes na página do jornal, contar os azulejos do banheiro ou verificar se tem algum defeituoso, etc)?

14: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

colecionar objetos inúteis (caixas vazias, palitos de fósforos queimados, reportagens de jornais) ou inspecionar o lixo antes de jogá-lo fora?

15: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

repetir ações do dia a dia (sentar / levantar da cadeira; passar pela porta; acender / apagar uma lâmpada) um certo número de vezes ou até que você se senta bem?

16: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

necessidade de tocar com as pontas dos dedos, objetos ou pessoas?

17: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

reler ou reescrever algo, várias vezes, de maneira desnecessária; verificar envelopes diversas vezes – abrí-los antes de enviá-los?

18: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

examinar seu corpo à procura por sinais de doenças?

19: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

evitar cores (‘vermelho’ significa sangue); números (’13′ é azar); ou nomes (aqueles que começam com ‘M’ significam a morte) que estão associados com eventos trágicos ou pensamentos desagradáveis?

20: Você já se sentiu obrigado – internamente forçado- a executar determinados atos repetidamente, como …

necessidade de ‘confessar’ ou perguntar inúmeras vezes se você disse ou fez algo corretamente?

21: Quanto tempo você gasta – em média – com esses pensamentos ou comportamentos (acima descritos) a cada dia?
22: Quanta angústia (sofrimento) eles causam a você?
23: Quão difícil é para você controlá-los?
24: Por quantas vezes você deixou de fazer alguma coisa, como ir à algum lugar ou sair com alguém, devido a esses pensamentos ou condutas?
25: Quanta interferência esses pensamentos / comportamentos tem sobre você na escola, no trabalho, na sua vida social ou na convivência familiar?

Veja também…

Um comentário para “Teste para avaliar o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)”

  1. Tendo em vista que um determinado teste apresentou-se positivo, gostaria de receber as perguntas , respostas e resultado por e-mail, para apresentar à um profissional qualificado que possa debater comigo as questões.

    Atenciosamente

    Internet Explorer 8.0 Internet Explorer 8.0 Windows 7 Windows 7
    Mozilla/4.0 (compatible; MSIE 8.0; Windows NT 6.1; Trident/4.0; SLCC2; .NET CLR 2.0.50727; .NET CLR 3.5.30729; .NET CLR 3.0.30729; Media Center PC 6.0; InfoPath.1; .NET4.0C)

Comente!

Você precisa fazer LogIn para publicar um comentário.

Livros Online

Painel de acesso

Veja também…

Abuso / Violência Sexual Agressividade e Violência Alcoolismo (vício em álcool) Amígdala Ansiedade Ansiolíticos Antidepressivos Avaliação Psicológica / Diagnósticos Casamento: felicidade e problemas Charlatões / Manipuladores Comportamento / Condutas Consultas médicas / Exames / Tratamentos Crenças antigas / Mitos / Superstições Cérebro e Mente Dependência Psicológica Dependência Química / Drogadição Depressão Desenvolvimento Cognitivo / Cognição Disfunções Sexuais (Problemas Sexuais) Divórcio / Separação Doentes Mentais - Pacientes Psiquiátricos Doenças e Doentes Doenças Mentais (transtornos) Dopamina Drogas / Medicamentos / Remédios Educação e Conhecimento Efeitos Colaterais Emoções Primárias Emoções Sentimentos Controle Entendendo o Ser Humano Esquizofrenia Estresse (Stress) Estresses Problemas e Adversidades Estruturas Neurais Estudo do Sono Estímulos Emocionais Estímulos Sensoriais Evolução da Mente Família e Casamento Festas populares e Lazeres Filhos Filosofia Fobia Específica Funções Cerebrais Ideologias e sonhos Informação Linguagem e comunicação Ligações Amorosas / Afetivas / Sociais Linguagem médica / Jargões Livros Online Grátis Livros Psicologia Livros Psiquiatria Manias Mapa mental Medicina Antiga Medo Pânico Memória e Indivíduo Médico vs Paciente Neuro-hormônios peptídeos Neurociência Neuropsicologia Neurotransmissores Oxitocina ou ocitocina Pensamento / Raciocínio Percepção Estímulo Poder da mente Política: Políticos e Corrupção Problemas sociais Psicologia Psicose (Delírios / Alucinações) Psicoterapia / Psicanálise Psiquiatria Razão vs Emoção Receitas Médicas / Prescrição de Medicamentos Relacionamentos Religião Riscos para Saúde Saúde mental Serotonina Sexo e Sexualidade Simbolismos Sinapses Sistema Emocional Sistema límbico Sistema Motivacional Sistema Neural Neurônio Sistema Sensorial Sociedade: Valores e Cultura Suicídio Suicidas Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) Transtorno de Personalidade Anti-social (antissocial) Transtorno de Personalidade Borderline Transtorno de Personalidade Narcisista Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) Transtornos de Ansiedade Transtornos de Personalidade Transtornos dos Hábitos e dos Impulsos Transtornos do Sono Transtornos Emocionais (de Humor) Transtornos Sexuais Uso de Drogas (Consumo)