Sistema Límbico e as Emoções

Imagem - Sistema Límbico e as Emoções

Paralelamente às estruturas encarregadas de executarem uma determinada função, há um outro grupo de estruturas que nos fornecem o ‘colorido’, as ‘valências’, o bem-estar ou o mal-estar da ação que irá ser, ou que está sendo executada; esse trabalho orientador da futura ação quanto a sua valência agradável ou desagradável cabe aos componentes do (muito criticado por alguns) sistema límbico.

O sistema límbico forma um grupo de estruturas do cérebro, incluindo tálamo medial, núcleo acumbente, prosencéfalo basal e outras regiões. Circundando o hipotálamo estão as demais estruturas subcorticais do sistema límbico: a área pré-ótica, o septo, a área para-olfativa, os núcleos anteriores do tálamo, porções dos gânglios da base, o hipocampo e a amígdala. Vocês não devem tentar decorar esses nomes; não há necessidade, para entender o mecanismo, aprender os nomes acima descritos.

As áreas do sistema límbico, relacionadas aos impulsos, emoções e instintos, trabalham ao mesmo tempo interligadas e fazendo parte em todos os sistemas descritos em outras partes do livro. Ele não é bem um sistema como os outros nomeados, pois resulta de uma idéia teórica, não de regiões anatomicamente semelhantes ou mesmo localizadas num ponto e outro, com um tipo de tecido X ou Y. O sistema límbico agrupa estruturas situadas numa e noutra região, todas em pontos extremos do córtex (daí o nome “límbico” que quer dizer “limbo”, limite, extremidade). Suas diversas regiões foram agrupadas por terem, em comum, uma estreita correlação com a emoção e movimento. Estudos mostram que a ressecção do sistema límbico provoca uma indiferença afetiva do animal diante dos eventos que antes geravam emoções agradáveis ou desagradáveis, por isso impossibilitando uma vida adaptada ao meio ambiente.

Assim, para que os mecanismos neurais possam produzir adequadamente as emoções sentidas é necessário que os padrões neurais iniciais ou inatos, relacionados ao sistema límbico, se liguem, também, aos circuitos neuronais do tronco cerebral, isto é, aos andares de baixo da fábrica humana. Todo esse desenho neuronal é importante e essencial para a sobrevivência do indivíduo, pois atua em todas as partes do organismo, como, por exemplo, na regulação das glândulas endócrinas, da hipófise, tireóide, supra-renal, órgãos reprodutores e demais órgãos. Todo esse conjunto, formado por diversas estruturas subcorticais, está ligado ao giro cingulado anterior, o qual constitui a principal porta de acesso ao córtex frontal.

Resumindo, podemos dizer que a regulação relacionada e inicialmente coordenada pelo tronco cerebral é complementada, por outro lado, por várias regiões do sistema límbico. Este último, além de participar do estabelecimento dos impulsos e instintos, tem também importante função nas emoções e sentimentos agradáveis e desagradáveis, possivelmente detectando mudanças que estão ocorrendo nas vísceras. As sensações percebidas de mudanças viscerais levariam a pessoa a classificar o percebido como ruim ou bom e, em seguida, daria nomes diferentes para o acontecido. Acredita-se que o sistema límbico contém redes de circuitos inatos e estáveis, mas também alguns que poderiam ser modificados através da experiência.

As estruturas cerebrais encarregadas de perceber o objeto “barata”, por exemplo, focaliza a atenção nesta, identifica-a como “barata” e, imaginando-a como perigosa, nojenta ou inofensiva, produzirá respostas emocionais e comportamentais conforme a atitude despertada. A partir desse encontro (Maria e a barata) pode existir a produção de contração muscular, gritos, correria, palpitação, respiração ofegante, etc. Todos esses processos trabalham em harmonia uns com os outros conforme a postura tomada diante da barata e ainda avaliados ou sentidos como agradáveis ou desagradáveis.

Há um acasalamento bem ordenado entre o grupo de estruturas cerebrais encarregadas da tarefa de percebedor-executor e o grupo avaliador da ação enfrentada ou imaginada como possível, isto é, a emotiva. Assim há uma estreita relação entre a emoção e os movimentos desencadeados pelo evento vivido.

Comente!

Você precisa fazer LogIn para publicar um comentário.

Você está lendo...

As Diversas Faces do Homem

Capa  As Diversas Faces do Homem

O objetivo aqui é o de transmitir ao leitor, ideias gerais e exemplos concretos capazes de esclarecer um pouco melhor a compreensão e a explicação ...

Livro online (leia aqui!)

Painel de acesso

Veja também…

Abuso / Violência Sexual Agressividade e Violência Alcoolismo (vício em álcool) Amígdala Ansiedade Ansiolíticos Antidepressivos Avaliação Psicológica / Diagnósticos Casamento: felicidade e problemas Charlatões / Manipuladores Comportamento / Condutas Consultas médicas / Exames / Tratamentos Crenças antigas / Mitos / Superstições Cérebro e Mente Dependência Psicológica Dependência Química / Drogadição Depressão Desenvolvimento Cognitivo / Cognição Disfunções Sexuais (Problemas Sexuais) Divórcio / Separação Doentes Mentais - Pacientes Psiquiátricos Doenças e Doentes Doenças Mentais (transtornos) Dopamina Drogas / Medicamentos / Remédios Educação e Conhecimento Efeitos Colaterais Emoções Primárias Emoções Sentimentos Controle Entendendo o Ser Humano Esquizofrenia Estresse (Stress) Estresses Problemas e Adversidades Estruturas Neurais Estudo do Sono Estímulos Emocionais Estímulos Sensoriais Evolução da Mente Família e Casamento Festas populares e Lazeres Filhos Fobia Específica Funções Cerebrais Ideologias e sonhos Informação Linguagem e comunicação Jovens Ligações Amorosas / Afetivas / Sociais Linguagem médica / Jargões Livros Online Grátis Livros Psicologia Livros Psiquiatria Manias Mapa mental Medicina Antiga Medo Pânico Memória e Indivíduo Médico vs Paciente Neuro-hormônios peptídeos Neurociência Neuropsicologia Neurotransmissores Oxitocina ou ocitocina Pensamento / Raciocínio Percepção Estímulo Poder da mente Política: Políticos e Corrupção Problemas sociais Psicologia Psicose (Delírios / Alucinações) Psiquiatria Psiquiatria Antiga Razão vs Emoção Receitas Médicas / Prescrição de Medicamentos Relacionamentos Religião Riscos para Saúde Saúde mental Serotonina Sexo e Sexualidade Simbolismos Sinapses Sistema Emocional Sistema límbico Sistema Motivacional Sistema Neural Neurônio Sistema Sensorial Sociedade: Valores e Cultura Suicídio Suicidas Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) Transtorno de Personalidade Anti-social (antissocial) Transtorno de Personalidade Borderline Transtorno de Personalidade Narcisista Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) Transtornos de Ansiedade Transtornos de Personalidade Transtornos dos Hábitos e dos Impulsos Transtornos do Sono Transtornos Emocionais (de Humor) Transtornos Sexuais Uso de Drogas (Consumo)